Publicado em 05/09/2021 - Atualizado 16/09/2021

Como engravidar naturalmente adotando um estilo de vida mais saudável

engravidar-naturalmente

Diversos fatores relacionados ao estilo de vida, além da idade, podem influenciar a fertilidade de um casal. Sabendo disso, muitas pessoas que planejam engravidar naturalmente procuram um médico ginecologista com o intuito de conhecer mais sobre sua capacidade reprodutiva e de que modo podem aprimorá-la.

Neste artigo, mostramos alguns hábitos saudáveis que contribuem nesse sentido. Confira as dicas e começa a praticá-las quanto antes. Você só tem a ganhar!

Quando fazer um check-up da fertilidade?

É indicada a investigação de infertilidade para mulheres com menos de 35 anos que estão tentando engravidar há mais de um ano. Já para aquelas acima dessa idade, toleram-se 6 meses de tentativas infrutíferas.

Depois desse período, considera-se a hipótese de infertilidade. Para diagnosticar a origem do problema, o médico considera o histórico do paciente, realiza exames clínicos e solicita exames complementares (laboratoriais e de imagem).

Mas é importante reforçar que as visitas periódicas ao ginecologista e ao urologista são importantes para identificar e tratar as doenças sexualmente transmissíveis (DST). Complicações decorrentes das DST afetam, diretamente, a capacidade reprodutiva.

Com que frequência manter as relações sexuais?

A frequência das relações sexuais é bastante importante, sendo recomendado de 3 a 4 vezes por semana. Além disso, vale lembrar que durante o ciclo menstrual ocorre um período de maior fertilidade — o qual corresponde a 5 dias antes da ovulação até o dia em que ela ocorre. Caso sua menstruação seja regular, você pode encontrá-lo usando a calculadora da ovulação.

Por que é altamente recomendado parar de fumar?

cigarro está associado ao aborto espontâneo e à gravidez ectópica (fora do útero),assim como a um envelhecimento precoce do ovário (responsável pela produção e liberação dos óvulos). O tabagismo, inclusive, pode acarretar infertilidade em filhos de gestantes que fumaram durante a gravidez, sendo este um mau hábito desde o período das tentativas e ao longo de todo o período da gestação. Portanto, pare de fumar o mais rápido possível.

Tomar café é prejudicial ou com moderação pode?

Pode. O café, ainda que esteja associado à redução da fertilidade feminina e a diversos problemas (prematuridade, baixo peso ao nascer, aborto espontâneo e feto natimorto),parece não ter tanta influência se consumido em uma dose menor do que 200 mg por dia — o que corresponde a até 3 xícaras.

Porém, lembre-se que a cafeína também está presente nos chás, chocolates e refrigerantes, além de diversas medicações. Por isso, é fácil exagerar na dose. Sendo assim, para quem pretende engravidar naturalmente, o ideal é consumir menos de uma xícara de café por dia.

Qual é a importância de se manter no peso ideal?

Existe um índice matemático usado para classificar uma pessoa em relação a seu peso. Trata-se do famoso índice de massa corporal, mais conhecido como IMC.

Esse índice também serve de parâmetro para orientar as mulheres em relação à fertilidade. Isso porque, mulheres com IMC acima ou abaixo do indicado têm mais dificuldade para engravidar naturalmente, principalmente por deixarem de ovular.

Nesses casos, a perda ou o ganho do peso necessário são medidas que favorecem a fertilidade. Tanto a magreza excessiva como o sobrepeso e a obesidade prejudicam quem deseja engravidar naturalmente.

O que se sabe a respeito do consumo de álcool?

O consumo de álcool em excesso pelo homem, assim como de drogas ilícitas em qualquer quantidade, compromete a sua fertilidade devido a diversos mecanismos, inclusive, por causa da diminuição na produção e na qualidade dos espermatozoides. A fertilidade da mulher também é negativamente afetada por esse tipo de consumo. Portanto, beber e usar drogas não combinam com a vida de tentante.

O estresse é prejudicial para quem deseja engravidar?

estresse contínuo prejudica, sim, a capacidade de o casal engravidar naturalmente. Nos homens, as consequências são a redução na quantidade e qualidade do esperma, além da diminuição da libido e, até mesmo, problemas de disfunção erétil. Nas mulheres, relaciona-se, principalmente, a prejuízos na ovulação.

Por isso é importante tentar afastar os gatilhos e encontrar formas de cuidar da saúde mental. Além da prática regular de atividades físicas, yoga, meditação e acupuntura podem ajudar. O acompanhamento psicológico, por meio de sessões de terapia, também se mostra cada vez mais essencial.

Uma boa alimentação pode ajudar a engravidar?

Com certeza! Por um lado, sabe-se que uma dieta rica em gorduras é prejudicial à fertilidade. Por outro, para aumentar a fertilidade é preciso consumir alimentos ricos em:

  • fibras, como grãos integrais, frutas, leguminosas e vegetais folhosos;
  • vitamina B12, como carnes magras, ovos, laticínios e feijões;
  • quercetina, presente no tempero favorito do brasileiro (cebola e alho).

Lembre-se: quanto mais natural for sua alimentação, melhor. Mantenha-se o mais longe possível dos produtos ultraprocessados, como pratos prontos, salgadinhos de pacote e biscoitos recheados. E sempre conte com o conhecimento e acompanhamento de um nutricionista, que poderá prescrever dietas individualizadas.

Recomenda-se, também, tomar 10 minutos de sol por dia, para manter bons níveis de vitamina D. Nessa hora, deixe a maior área de pele exposta e não use filtro solar.

Quais são as chances de engravidar naturalmente?

Quando o casal é jovem, saudável e tem bons hábitos de vida, as chances de engravidar naturalmente são de 20% por ciclo. Mas como mostrado, diversos fatores afetam a capacidade reprodutiva, sendo necessário considerá-los em conjunto.

Por isso, procurar um especialista em fertilidade, o mais breve possível, valoriza o período de tentativas. Cabe a ele indicar as medidas necessárias para melhorar a saúde e a qualidade de vida e que, ao mesmo tempo, influenciam positivamente na fertilidade, além de recomendar a estratégia de tratamento mais adequada, caso haja alguma doença ou condição que possa levar à infertilidade.

Gostou das dicas? Então, siga a Fecondare no FacebookInstagram e Youtube e continue se mantendo bem informada!

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Dr. Jean Louis Maillard - Ginecologista - Diretor técnico médico - CRM-SC 9987 , CRM-RS 13107 e RQE 5605
Ginecologista formado na Faculdade de Medicina da PUCRS em 1983, com residência médica em Ginecologia e Obstetrícia, Precertopship de Histeroscopia e Fellow nos Hospitais Tenon e Port Royal em Paris

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter!

      (48) 3024-2523

      Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

      Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

      Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

      Termos e Serviços
      2021 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
      Desenvolvido por esaude