Publicado em 01/06/2021 - Atualizado 06/07/2021

A Yoga como tratamento adjunto da infertilidade.

a-yoga-como-tratamento-adjunto-da-infertilidade

Yoga e fertilidade: o que a ciência diz a respeito? Alguns estudos mostram que a prática regular da yoga pode ajudar a enfrentar os desafios impostos pelos procedimentos de reprodução assistida, principalmente, em relação à ansiedade. Outros trabalhos vão além, sugerindo que ela contribui para melhorar, até mesmo, as taxas de sucesso dos tratamentos de fertilidade.

Neste artigo, destacamos o papel da yoga como tratamento adjunto da infertilidade. Continue a leitura e conheça os benefícios cientificamente comprovados.

Para que “serve” a yoga?

A yoga é muito mais do que uma modalidade de ginástica. Ela busca trabalhar o corpo e a mente de forma integrada, equilibrando-os.

Pouco a pouco, a yoga é capaz de alterar a química do cérebro, para levar o praticante a um estado elevado de sensibilidade e clareza. Para isso, combina exercícios (que vão de suaves a intensos) a técnicas de respiração, meditação e relaxamento.

Yoga e fertilidade: existe relação?

Antes de continuar, é preciso esclarecer que, segundo a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA),não existem estudos com altos níveis de evidências que comprovem os benefícios das técnicas de medicina alternativa e complementar sobre a melhora da fertilidade. O que se sabe é que, por vezes, as chances de sucesso nos tratamentos para infertilidade são prejudicadas pelo estado físico e mental dos pacientes. Nesses aspectos, a yoga pode ajudar.

Um estudo que avaliou os efeitos das técnicas de posturas (asanas),respiração (pranayama) e meditação da yoga sobre a fertilidade masculina e feminina, bem como sobre os resultados dos tratamentos de reprodução assistida, mostrou benefícios do ponto de vista do gerenciamento do estresse. Mas além de melhorar as condições psicológicas (diminuindo a ansiedade e a depressão),notou-se que a prática também ajuda a melhorar os estados fisiológicos (otimizando o funcionamento dos órgãos).

Outro estudo aponta que a prática de yoga contribui para o equilíbrio dos perfis hormonais, o que é essencial quando se pretende engravidar. Um terceiro estudo destaca, ainda, que a yoga pode ajudar a aumentar a clareza da mente e desenvolver a paciência — tão necessária para os pacientes submetidos aos tratamentos de infertilidade.

A yoga melhora a saúde como um todo?

Indiretamente, sim. Afinal, ao mesmo tempo em que a yoga contribui para manter a química corporal equilibrada, ela leva o praticante a prestar mais atenção no próprio corpo e a respeitar suas necessidades. Isso, por sua vez, conduz à adoção de hábitos mais saudáveis (relacionados à alimentação, à prática de exercícios físicos, à qualidade do sono etc).

Ao mesmo tempo, a yoga faz com que seu adepto desenvolva uma maior sensibilidade em relação ao que está sentindo. Dessa maneira, o paciente consegue entender melhor o que está acontecendo. Isso faz toda a diferença na hora de relatar os sintomas e se comunicar com mais clareza com seu especialista.

A yoga é benéfica para o trabalho de parto?

Certamente. Em um dos referidos estudos, concluiu-se que a yoga pode ajudar a prevenir ou reduzir as complicações obstétricas, tais como o risco de partos prematuros, a ocorrência de incômodos nas gestações, as dores nos partos e as taxas de partos vaginais assistidos.

Além disso, ela contribui para melhorar as condições do recém-nascido. No mesmo estudo, fala-se sobre o aumento do peso ao nascer em filhos de mães praticantes de yoga.

Por que relaxar é tão importante?

A yoga ajuda as pessoas a se acalmarem, o que faz com que consigam tomar decisões mais satisfatórias e manter o tratamento de fertilidade sob uma perspectiva positiva. Além disso, a filosofia iogue leva os pacientes a pararem de tentar controlar esse processo e apenas relaxar — o que é muito positivo, principalmente, quando se está tentando engravidar.

Ao mesmo tempo, o relaxamento promovido pela ioga contribui para que os pacientes consigam, apesar do estresse ligado ao momento, dar conta das obrigações (do trabalho, afazeres domésticos, entre outras). Isso colabora com a qualidade de vida.

Para alcançar esse nível de relaxamento, a yoga recorre ao processo de sincronização. Graças a ele, a pessoa aprende a focar no que está fazendo, em vez de fazer uma coisa, pensar em outra e falar uma terceira.

Com o tempo, o praticante consegue filtrar o fluxo de pensamentos e direcionar sua mente para a calma, apesar dos desafios das circunstâncias externas. E nos momentos de frustração, pode até ficar triste ou com raiva — mas não chega a cair em uma depressão.

O mais interessante é que os efeitos desses aprendizados são profundos e duradouros. No futuro, eles poderão ajudar na realização de novos projetos, indo muito além do tratamento de infertilidade. Assim, além dos benefícios decorrentes da relação yoga e fertilidade, seus praticantes se tornam capazes de melhorar a rotina, independentemente dos desafios impostos pela vida.

Gostou do conteúdo? Então, aproveite para seguir a Fecondare no FacebookInstagram e Youtube e acompanhe todas as publicações e novidades da clínica!

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Dr. Ricardo Nascimento - Ginecologista - CRM-SC 3198 e RQE 2109
Formado em Medicina pela Universidade Federal de Santa Catarina, em 1981. Residência Médica na Maternidade Carmela Dutra- Secretaria Estadual de Saúde-SC, Especialização em Reprodução Humana na Universidade Federal do Paraná.

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter!

      (48) 3024-2523

      Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

      Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

      Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

      Termos e Serviços
      2021 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
      Desenvolvido por esaude