Novo exame: avaliação da reserva ovariana através da dosagem do Hormônio Anti-Mulleriano

Publicado em: 16 de Fevereiro de 2012

Novo exame: avaliação da reserva ovariana através da dosagem do Hormônio Anti-Mulleriano

A avaliação da reserva ovariana através da dosagem do hormônio anti-Mülleriano (AMH) é um importante exame que serve  como um marcador do envelhecimento ovariano.

Este exame pode ser realizado  em qualquer dia do ciclo menstrual, e é realizado através de uma análise de exame de sangue e sem a necessidade de jejum. O AMH diminuiu com a idade.

Existem fatores de risco para pouca resposta aos tratamentos de estímulo ovariano, que são mulheres com 40 anos ou mais e testes de reserva ovariana alterados como baixo AMH e poucos folículos antrais na CFA (contagem de folículos antrais).

Os estudos mostram que o AMH associado à CFA realizado através da ultra-sonografia no início do ciclo menstrual são os  dois marcadores mais importantes da reserva ovariana.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: