Publicado em 11/05/2022

Qual é a relação entre endometriose e infertilidade?

qual-e-a-relacao-entre-endometriose-e-infertilidade

A relação entre endometriose e infertilidade ainda não é totalmente esclarecida. Embora a doença não impeça, necessariamente, a gravidez, ela reduz as chances de a concepção acontecer naturalmente. Vale destacar que a gravidade dos sintomas aumenta conforme o avanço da idade, sendo que o pico de incidência ocorre por volta dos 40 anos.

Neste artigo, mostramos como administrar a doença e quais os possíveis tratamentos para quem deseja engravidar. Confira!

Qual é a relação entre endometriose e infertilidade?

A endometriose é uma doença crônica benigna, mas progressiva. Bastante comum, ela atinge cerca de 15% das mulheres em idade reprodutiva e pode ser debilitante. Entre seus sintomas mais frequentes, destacam-se fortes dores pélvicas, fluxos menstruais intensos e infertilidade — embora 20 a 25% dos casos sejam assintomáticos.

Estima-se que 30 a 50 % das mulheres com endometriose sejam inférteis. A dificuldade para engravidar, geralmente, decorre de alterações nos órgãos reprodutivos (útero, ovários e trompas). Essas levam a bloqueios que dificultam a chegada dos espermatozoides ao óvulo ou impedem a implantação do embrião no útero.

Para entender melhor, assista o vídeo com o Dr. Jean Louis Maillard (CRM-SC 9987, CRM-RS 13107 e RQE 5605),ginecologista e diretor técnico médico da Clínica Fecondare.

Quais fatores aumentam o risco de infertilidade?

Para a mulher com endometriose, alguns fatores elevam, ainda mais, o risco de ter infertilidade. Um deles é a distorção da anatomia pélvica (o chamado fator pélvico),pois as aderências pélvicas e/ou tubárias prejudicam a liberação dos óvulos. Existem, também, os distúrbios endócrinos e ovulatórios, os quais prejudicam a receptividade endometrial e a implantação embrionária.

Como tratar a infertilidade devido à endometriose?

O primeiro passo é amenizar os sintomas. Para isso, recomenda-se seguir um plano personalizado de gestão da doença. O objetivo é aliviar a dor e os demais incômodos com mudanças na alimentação (dieta anti-inflamatória) e no estilo de vida, evitando procedimentos cirúrgicos.

Já para tratar a infertilidade, especificamente, deve-se recorrer à combinação de:

Como escolher o tratamento para endometriose e infertilidade?

A escolha da estratégia de tratamento mais adequada depende de fatores como:

Além desses aspectos, deve-se considerar o tipo e estágio da endometriose, a qual pode ser:

  • peritoneal superficial, quando ocorre na película que reveste a cavidade abdominal;
  • endometriomas, quando forma cistos nos ovários — os quais justificam a relação entre endometriose e infertilidade;
  • infiltração profunda, quando cresce em órgãos adjacentes ao útero, como ovários, bexiga, intestino, reto, vagina, entre outros, sendo a mais grave.

Como tratar a endometriose avançada e preservar a fertilidade?

Quando se fala em tratamento da infertilidade em casos de endometriose avançada, a fertilização in vitro (FIV) sem cirurgia prévia costuma ser a melhor opção. Ela é indicada em casos nos quais há:

No entanto, se a cirurgia para remover os focos de endometriose for imprescindível, o congelamento de ovulos pre operatorio com FIV pós-operatória também aumenta as taxas de sucesso (de 37,4% para 56,1%). Estudos mostram que, nas formas mais graves da doença, a combinação de cirurgia e abordagens multidisciplinares levam à:

  • redução da dor e demais sintomas;
  • melhora da atividade sexual;
  • diversos benefícios à qualidade de vida;
  • atraso de recorrências (reaparecimento da doença);

Como mencionado, o restabelecimento da fertilidade em mulheres nessas condições pode ser possível graças às técnicas de reprodução assistida. Com a FIV, as chances de engravidarem se tornam semelhantes às de mulheres sem endometriose e com reservas ovarianas similares.

Porém, os resultados do tratamento variam de acordo com o quadro de cada paciente (ou casal). Para viabilizar a gravidezo ideal é buscar ajuda especializada o quanto antes.

Assim, quando se trata de endometriose e infertilidade, procure um bom especialista na área. Primeiramente, o profissional avaliará os sintomas, fatores de risco e resultados de exames (clínicos, laboratoriais e de imagem) para precisar o diagnóstico. A partir de então, indicará o melhor tratamento para o seu caso, com o objetivo de aliviar os sintomas e aumentar as chances de engravidar!

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato. Se desejar marcar uma consulta e realizar uma avaliação individual, faça seu pré-agendamento pelo site!

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: E-saúde

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter!

      (48) 3024-2523

      Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

      Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

      Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

      Termos e Serviços
      2022 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
      Desenvolvido por esaude