Publicado em 21/06/2020

Varicocele: a principal causa de infertilidade masculina

varicocele-a-principal-causa-de-infertilidade-masculina

A varicocele é uma doença ocasionada pela dilatação dos vasos sanguíneos que drenam os testículos. Através do acúmulo de sangue, a varicocele pode causar alterações nas células responsáveis pela produção dos espermatozoides, ocasionando declínio na produção, perda de mobilidade e alterações na forma dos gametas.

Felizmente, é um problema que pode ser tratado por meio de um procedimento cirúrgico e, se houver sucesso, é possível reverter a infertilidade masculina. Inclusive, a varicocele é considerada a principal causa tratável de infertilidade nos homens.

Por isso, é importante conhecer mais sobre a doença, sua forma de atuação, como tratá-la e de que forma é possível identificar seus primeiros sinais de aparição

Leia o artigo e entenda também a importância de tratar a varicocele e, assim, preservar a capacidade de ter filhos normalmente.

Varicocele: o que preciso saber sobre a doença?  

A varicocele, também conhecida como varizes da bolsa testicular, corresponde a uma dilatação anormal das veias dos testículos que dificultam o retorno venoso. Quando isso acontece, o testículo apresenta suas funções alteradas, ocasionando uma queda na quantidade e qualidade dos espermatozoides.

Normalmente, a varicocele aparece no período da puberdade, embora em casos graves, a doença possa surgir ainda na infância. Além disso, também pode acometer homens mais velhos, como consequência de um tumor renal, que pode bloquear o fluxo sanguíneo pela veia espermática.

Sintomas

Sobre os sintomas, é importante salientar que a varicocele tende a ser assintomática, na maioria das vezes, já que seu desenvolvimento é lento.

No entanto, não é anormal que surjam alguns sinais importantes para o diagnóstico da doença, como, por exemplo, o aumento do volume escrotal e dor nos testículos. Embora possa acometer os dois testículos, o mais comum é que atinja o testículo esquerdo com maior intensidade.

É muito importante estar atento às consultas regulares com um urologista, já que a ausência de sintomas pode levar o homem a acreditar que não apresenta nenhum problema. 

Entretanto, a grande maioria dos pacientes acometidos pela varicocele só descobrem o problema na idade adulta, quando decide ter filhos e encontra dificuldade para procriar.

Varicocele e a infertilidade

A varicocele está relacionada à infertilidade masculina pois é uma doença que provoca o aquecimento dos testículos. Dessa forma, o aumento da temperatura testicular prejudica o processo de formação de espermatozoides. 

Além disso, o sangue acumulado na região pode desencadear no aumento de algumas substâncias tóxicas, como os radicais livres de oxigênio, que descem diretamente da glândula supra-renal.

Assim sendo, ao longo do tempo, as células produtoras de espermatozoides começam a ser atacadas e destruídas. O resultado disso é a diminuição do tamanho do testículo e a redução da produção de espermatozoides, condições que interferem diretamente na fertilidade do homem.

Dizemos que a varicocele é a principal causa tratável de infertilidade masculina, já que grande parte dos homens inférteis apresentam um histórico da doença e, graças ao tratamento, muitos casos de infertilidade podem ser revertidos.

De acordo com o estudo “Varicocele: a principal causa da infertilidade masculina”, a incidência geral de varicocele é de 10% a 15% na população de homens saudáveis. Além disso, 38% dos homens que procuram tratamentos de Reprodução Assistida apresentam o diagnóstico da doença.

De qualquer maneira, também é fundamental esclarecer que nem todos os homens que apresentam essa dilatação dos vasos terão problemas para gerar filhos. Na maioria das vezes, essa é uma questão que vai depender do diagnóstico precoce e da eficácia do tratamento.

Diagnóstico e tratamento 

Após a análise clínica do caso, o acompanhamento do paciente deve ser contínuo e assegurado por exames responsáveis por avaliar a qualidade dos espermatozoides produzidos. 

O espermograma corresponde ao principal exame de avaliação da infertilidade e é responsável por analisar a quantidade, motilidade e alterações na morfologia dos espermatozoides

Saiba mais sobre o espermograma no vídeo com o Dr. Ricardo Nascimento:

Além do espermograma, exames de sangue serão indicados para a verificação dos hormônios, juntamente com testes de avaliação dos volumes testiculares, que podem ser feitos por exame físico ou por ultrassom de bolsa testicular

Todos esses testes avaliam o impacto da doença na função testicular e, consequentemente, no potencial de fertilidade do homem.

Além disso, é importante orientar todos os homens para a realização de exames e acompanhamento médico regular, já que a varicocele é uma doença silenciosa. Isso auxilia tanto no diagnóstico precoce e, consequentemente, na redução dos casos de infertilidade

Cirurgia

Depois da realização dos exames, caso haja necessidade, o paciente será encaminhado para a cirurgia.

O procedimento cirúrgico consiste em uma cirurgia microscópica não invasiva, realizada na região pubiana. A operação é capaz de devolver o acesso saudável às veias dilatadas, sem interferir no funcionamento da artéria ou dos vasos linfáticos. 

As veias doentes são seccionadas e o sangue deixa de circular por essas regiões, o que evita o acúmulo de sangue e, consequentemente, o aumento da temperatura na região.

Gostou do artigo? Aproveite para entender mais sobre a infertilidade masculina lendo o E-book “Infertilidade masculina: causas e buscas por soluções”.

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Equipe Fecondare

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

(48) 3024-2523

Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

Termos e Serviços
2020 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
Desenvolvido por esaude