Publicado em 25/06/2020 - Atualizado 30/06/2020

Sintomas de infertilidade no homem e na mulher

sintomas-de-infertilidade-no-homem-e-na-mulher

Conhecer os sintomas de infertilidade no homem e na mulher é uma atitude fundamental para obter informações sobre um diagnóstico de impossibilidade de engravidar naturalmente. 

Por isso, é muito importante ficar atento às sinalizações específicas sobre o tema e prestar atenção ao que realmente pode estar indicando um suposto quadro de infertilidade no casal.

Preparamos um artigo que te informa sobre as principais manifestações da infertilidade no homem e na mulher. Leia e saiba como identificar a importância desses sinais e quando é o momento ideal de procurar ajuda médica quando o assunto é a dificuldade para engravidar.

Sintomas de infertilidade: o que devo saber a respeito?

Quando um casal decide ter um filho, devem interromper o uso de métodos contraceptivos e manter a frequência de relações sexuais, principalmente no período fértil da mulher, não é mesmo? 

Mesmo assim, é importante lembrar que a gravidez nem sempre ocorre nos primeiros meses de tentativa e isso é absolutamente normal, já que muitas vezes, um casal completamente saudável pode demorar até seis meses para conseguir a concepção de um bebê

De acordo com o Ministério da Saúde, a infertilidade é caracterizada pela dificuldade que um casal apresenta em engravidar durante o período de 12 meses, quando as relações sexuais são frequentes e sem fazer uso de nenhum método contraceptivo. 

Por isso, é a partir desse período que os empecilhos para engravidar se tornam realmente preocupantes e cabíveis de um diagnóstico de infertilidade, que pode ser decorrente tanto do homem, quanto da mulher. 

É exatamente nesse momento em que se deve procurar uma ajuda especializada para confirmar o problema. No entanto, quando você conhece mais sobre os principais sintomas que aproximam as evidências de um possível diagnóstico de infertilidade, essa investigação pode ser ainda mais eficiente.

Veja quais são as principais evidências de infertilidade tanto no homem, quanto na mulher, respectivamente:

Sintomas de infertilidade masculina

Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que a infertilidade atinja de 10% a 20% dos casais em idade reprodutiva e que em, aproximadamente 30% dos casos, a infertilidade é causada exclusivamente por fatores masculinos.

Assim sendo, os principais sintomas da infertilidade no homem estão relacionados também às principais causas do problema. Sendo assim, podemos classificar como sinais importantes de serem observados os problemas na ejaculação, impotência sexual e alterações gerais no esperma.

Outra questão importante é o tamanho do testículo, que pode indicar problemas de fertilidade. Quando um testículo é muito maior do que o outro, por exemplo, é possível que a presença de alguma massa estranha esteja indicando alguma desordem no sistema reprodutor.

O mesmo vale para dificuldade para urinar. Ou seja, se há impedimento ou dor para urinar, juntamente com problemas para engravidar, é provável que haja alguma relação entre os sintomas. 

Além disso, os sintomas como excesso de sono ou insônia e irritabilidade também podem ser sinais de alterações hormonais que causam infertilidade. Da mesma forma, as disfunções hormonais, em geral, desencadeiam na baixa produção de testosterona e consequente infertilidade. 

Outros fatores como o tabagismo, consumo de álcool e drogas, assim como diabetes, hipertensão e obesidade também podem estar ligadas à infertilidade.

Sintomas de infertilidade feminina

Em um ciclo menstrual regular, o período fértil da mulher é considerado o melhor momento para engravidar e, portanto, as tentativas devem ocorrer com mais frequência durante essa fase.

Inclusive, esse processo pode ser percebido pela ocorrência de uma secreção vaginal límpida e clara que indica o momento da ovulação. Além disso, durante esse período, a temperatura corporal da mulher também pode aumentar, chegando aos 37°C.

No entanto, algumas vezes, a gravidez pode estar sendo impedida por algum problema clínico decorrente da mulher. Ou seja, por mais que as relações sexuais sejam praticadas no momento da provável ovulação e sem o uso de método contraceptivo, ainda assim, é possível que a mulher apresente problemas de fertilidade.

Os sintomas da infertilidade na mulher podem ser variáveis, no que diz respeito a verdadeira causa do problema. De qualquer forma, há alguns sinais importantes que podem contribuir para a confirmação do diagnóstico. São eles:

Distúrbios na menstruação

Os diversos problemas relacionados à menstruação podem estar indicando um sinal de infertilidade. 

A menstruação irregular, o excesso de fluxo menstrual ou a variação do tempo dos ciclos indicam alguma irregularidade no funcionamento do sistema reprodutor feminino, na maioria das vezes. 

Isso pois, os ciclos irregulares podem ser causados por diversas alterações como ovário policístico, endometriose, entre outros distúrbios. 

Problemas hormonais

Alterações na produção de hormônios também podem dificultar a gravidez. Nesse caso, os sintomas são evidenciados por: diminuição do apetite sexual, alteração na pele, queda de cabelo acentuada e ganho de peso

Como é feito o diagnóstico de infertilidade?

Após ser realizada a avaliação clínica e familiar do casal em relação às suspeitas de infertilidade, serão solicitados alguns exames para confirmar o diagnóstico.

Exames para diagnóstico da infertilidade feminina

Para a infertilidade feminina, exames laboratoriais que medem os níveis hormonais são fundamentais para observar a reserva ovariana e as possíveis alterações que estão causando a diminuição da fertilidade, como os testes medidores de:

  • hormônio luteinizante (LH);
  • hormônio estimulante dos folículos (FSH);
  • hormônio estimulante da tireoide (TSH);
  • hormônio antimülleriano;
  • tiroxina (T4);
  • estrogênios;
  • estradiol;
  • progesterona;
  • prolactina;
  • testosterona e 
  • sulfato de hidroepiandrosterona (DHEA-S).

Além disso, exames de imagem são capazes de revelar problemas físicos que dificultam a fertilização, como, por exemplo: ultrassonografia, radiografia e endoscopia.

Da mesma forma, o cariótipo, exame que realiza uma análise cromossômica do casal, também pode identificar a causa da infertilidade.

Exames para o diagnóstico da infertilidade masculina

Além da análise do histórico do paciente, o ideal é que seja feito um exame físico para identificar possíveis anormalidades anatômicas que possam estar causando infertilidade.

O exame mais importante para detectar a infertilidade masculina é o espermograma que realiza a análise do sêmen. O exame é feito mediante a coleta de amostra seminal por ejaculação, no intuito de detectar a contagem, mobilidade e forma dos espermatozoides.

Exames de sangue que visam monitorar níveis hormonais e identificar anticorpos antiespermatozoides também devem ser realizados, como:

  • prolactina;
  • testosterona livre e total;
  • hormônio luteinizante (LH);
  • hormônio estimulante dos folículos (FSH).

Além dos exames laboratoriais, a ultrassonografia transretal e outros exames de imagem também auxiliam no diagnóstico da infertilidade.

Em determinadas situações, é possível que uma biópsia dos testículos seja realizada para avaliar a deficiência da produção de espermatozoides, averiguar a possibilidade de tumores ou mesmo na análise da maturação incompleta dos testículos.

Atenção

De qualquer forma, é muito importante compreender que cada caso deve ser analisado individualmente e sob a observação de outros fatores clínicos e ambientais que contribuem para o diagnóstico

Dessa maneira, ao identificar qualquer um desses sintomas, procure ajuda profissional para conhecer a verdadeira causa do problema. Lembre-se que mesmo que você seja diagnosticado com infertilidade, ainda assim é possível ter filhos, graças aos procedimentos de reprodução assistida.

A Fecondare utiliza de avançados métodos de diagnóstico e tratamentos para tornar uma gestação viável. Entre em contato com nossa equipe e agende uma consulta.

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Dr. Jean Louis Maillard - Ginecologista - Diretor técnico médico - CRM-SC 9987 , CRM-RS 13107 e RQE 5605
Ginecologista formado na Faculdade de Medicina da PUCRS em 1983, com residência médica em Ginecologia e Obstetrícia, Precertopship de Histeroscopia e Fellow nos Hospitais Tenon e Port Royal em Paris

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

(48) 3024-2523

Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

Termos e Serviços
2020 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
Desenvolvido por esaude