Publicado em 06/08/2021 - Atualizado 11/08/2021

Sangramento de ovulação: é normal? Indica fertilidade?

sangramento-de-ovulacao-e-normal-indica-fertilidade

Sangramento de ovulação é um pequeno sangramento que, em algumas mulheres, pode ocorrer durante o período ovulatório — alguns dias antes da próxima menstruação. O evento costuma ser decorrente de alterações hormonais características desse período e é considerado normal.

Neste artigo, mostramos o que a ciência diz sobre o sangramento de ovulação e se ele pode ser um indicativo, ou não, de fertilidade. Continue a leitura e descubra!

Quando exatamente ocorre o período ovulatório?

ciclo menstrual começa com o primeiro dia da menstruação e termina pouco antes da próxima. Em média, dura entre 25 e 36 dias, mas isso varia de mulher para mulher.

Estima-se que somente 10% a 15% das mulheres têm ciclos menstruais com exatos 28 dias.

Além disso, 20% delas apresentam ciclos irregulares, ou seja, mais longos ou mais curtos do que a média. Aliás, nos anos que antecedem a menopausa, é comum ter intervalos maiores entre as menstruações.

Essa breve explicação foi necessária para dizer que o período ovulatório (ou fase ovulatória) é o momento do ciclo menstrual em que o hormônio luteinizante e o hormônio folículo-estimulante, produzidos pela glândula hipófise, promovem a ovulação (liberação do óvulo). Trata-se do período que corresponde aos dias que marcam a metade do ciclo menstrual — o chamado período fértil.

momento da ovulação se caracteriza pela presença de uma secreção viscosa, com textura semelhante à clara de ovo, retenção de líquidos, inchaço nas mamas e até uma leve cólica. Alterações de humor, libido e de apetite também podem ocorrer. Esses sinais são indícios importantes de que a mulher ovulou.

Quais são as características do sangramento de ovulação?

O sangramento de ovulação é bem diferente do sangramento menstrual. Ele costuma ser discreto e dura cerca de dois dias. A mulher só nota quando vai se limpar com o papel higiênico e não é preciso usar absorvente para contê-lo, pois o protetor diário é mais do que suficiente (necessário apenas para prevenir manchas na calcinha).

Em relação à coloração, o sangramento de ovulação costuma ser rosado ou vermelho-claro. Porém, em algumas mulheres pode ser ligeiramente amarronzado.

Quais são as possíveis causas do evento?

Um estudo, realizado pela Eunice Kennedy Shriver National Institute of Child Health and Human Development, em mulheres saudáveis na pré-menopausa, com ciclos menstruais regulares autorreferidos, mostrou que  o sangramento de ovulação acomete apenas 4,8% delas. Tudo indica que o evento ocorra devido às alterações hormonais normais do ciclo menstrual. Essas mulheres demonstraram níveis mais elevados de LH durante a ovulação.

No entanto, ainda não se sabe quais são suas causas específicas. Até o momento, o consenso médico é de que não se trata de algo que mereça ser motivo de preocupação.

O que a medicina reprodutiva diz sobre o assunto?

O sangramento de ovulação é considerado normal e não exige nenhum tratamento específico. Mas se o sangramento for intenso, durar mais do que três dias e/ou for irregular e inconsistente, deve-se procurar um ginecologista. Nesses casos, o fluxo costuma vir acompanhado de outros sintomas, como dores fortes, e pode ter relação com algum problema de saúde.

O médico avaliará o quadro e, se necessário, poderá solicitar exames complementares para chegar ao diagnóstico. Dessa maneira, caso haja necessidade, pode-se iniciar o tratamento adequado o quanto antes.

O sangramento de ovulação indica que há fertilidade?

No estudo anteriormente mencionado, notou-se que nenhuma das mulheres que relataram episódios de sangramento de ovulação era anovulatória, ou seja, tinha ciclos sem ovulação. Consequentemente, se há ovulação, espera-se que haja fertilidade.

No entanto, há mulheres que ovulam e, mesmo assim, não conseguem engravidar naturalmente. Por isso, quem está tentando engravidar há mais de um ano (ou há mais de seis meses, no caso de mulheres que têm ou já passaram dos 35 anos) deve consultar um especialista em reprodução assistida.

Muitas vezes, o problema é resolvido com a indicação de medicamentos indutores de ovulação. Em outros casos, pode ser preciso fazer um tratamento mais complexo.

Assim, mantenha sua rotina de consultas ginecológicas sempre em dia. Caso note alguma anormalidade ou suspeite de problemas de fertilidade, leva a questão até seu médico. Ainda que o sangramento de ovulação seja normal, outros fatores podem estar impedindo a concepção.

Esperamos que o artigo tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas. Caso queira acompanhar nossos conteúdos, siga a Fecondare no FacebookInstagram e Youtube!

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Dr. Marcelo Costa Ferreira - Ginecologista - CRM/SC 7223 e RQE 2935
Formado em Medicina pela FURB, Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, Especialização em Reprodução Humana no Centro de Referência da  Saúde da Mulher em São Paulo e Especialização em Reprodução Assistida

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter!

      (48) 3024-2523

      Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

      Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

      Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

      Termos e Serviços
      2021 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
      Desenvolvido por esaude