Fertilidade masculina: principais fatores que podem impedir a gravidez

Publicado em: 3 de junho de 2016

Fertilidade masculina: principais fatores que podem impedir a gravidez

A dificuldade de um casal em conseguir engravidar nem sempre se deve à infertilidade feminina. Muitas vezes o problema pode ser com o homem. Para isso existe uma investigação criteriosa que geralmente começa pela mulher, em que tudo é verificado, desde as taxas hormonais até alguma má formação uterina, entre muitos outros fatores que são avaliados.

Antes da investigação feminina avançar para exames mais invasivos como o Rx do utero e das tubas (histerosalpingografia) e a videolaparoscopia, realiza-se a avaliação masculina. Para isso o primeiro exame será o espermograma

Muitos fatores serão analisados, dentre eles a contagem de espermatozoides e a rapidez com que cada um deles se locomove para chegar ao óvulo e fecundá-lo.

Como é feito o espermograma

O espermograma é feito conforme orientação prévia médica. O paciente coletará seu próprio sêmen, geralmente após três ou quatro dias de abstinência sexual, ou conforme orientação do médico responsável. A coleta deve ser feita pela manhã, em laboratório ou hospital e deve seguir uma série de recomendações para que o resultado não seja comprometido.

Características avaliadas no espermograma

O exame faz uma análise macroscópica de todas as características dos espermatozoides, como cor, odor, viscosidade, pH e volume. É feita também a análise microscópica, em que alguns fatores serão avaliados, como a concentração de espermatozoides, motilidade e morfologia. Fatores esses que, dependendo dos resultados, podem ser determinantes para uma possível infertilidade masculina.

Essa é uma análise importante para investigação da infertilidade masculina, visto que para estar dentro da normalidade o homem deve ter, pelo menos, 20 milhões de espermatozoides por mililitro e 50% deles tenham uma boa motilidade, ou seja, tenham a capacidade de chegar à trompa para encontrar o óvulo para que ocorra a fecundação.

Fatores que podem contribuir para queda na produção de esperma

Alteração da temperatura local

Ocorre em decorrência da criptorquídia, que é o posicionamento irregular dos testículos e da varicocele, que se caracteriza pelo surgimento de varizes na região escrotal que acarreta uma piora na qualidade do sêmen.

Temperatura ambiental elevada

Quando o homem  é obrigado, por algum motivo, a permanecer em ambientes com a temperatura elevada que pode vir a alterar a qualidade do sêmen.

Tratamento

Se for comprovada que a varicocele é o fator causador da infertilidade, o procedimento cirúrgico poderá ser indicado para que o produção de sêmen se normalize. Alguns casos de infertilidade são resolvidos com procedimento cirúrgico, em que o paciente retorna as suas atividades em poucos dias e requer pouquíssimo tempo de internação.

Outros fatores que podem provocar a infertilidade masculina

Problemas anatômicos ou funcionais

Podem interferir no momento do coito e não permitirem um adequado depósito de sêmen no interior da vagina. São exemplos: a hipospadia (abertura anormal da uretra), ejaculação precoce e problemas de ereção.

DSTs, alguns processos infecciosos, tumores e doenças congênitas

Também são motivos de infertilidade masculina.

Hábitos não saudáveis de vida

Fumar e fazer uso de anabolizantes e drogas como cocaína e maconha, por exemplo, podem afetar na produção normal de espermatozoides.

Após cerca 1 ano de tentativas com a parceira menstruando normalmente, começam as investigações para apurar a causa da infertilidade. Nesse momento o ideal é que o casal se mantenha calmo e a ansiedade seja controlada, pois acredite, ela atrapalha nos resultados. O casal deve se manter otimista e acreditar que o problema será resolvido e o casal conseguirá ter seu filho.

Após os exames e a conclusão do que está causando a infertilidade o médico direcionará o casal ao tratamento adequado ou ao procedimento ideal para que a gravidez ocorra.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: