Publicado em 31/10/2019

Criopreservação de óvulos

criopreservacao-de-ovulos

Criopreservação de óvulos: você sabia que o congelamento de gametas pode garantir um futuro reprodutor saudável?

Graças às técnicas realizadas em clínicas de reprodução assistida, hoje em dia, é completamente possível e seguroauxiliar casais inférteis a engravidar. Além disso, quando a opção é adiar o momento de ter filhos, essas técnicas também funcionam perfeitamente.

A criopreservação, por exemplo, é uma das alternativas para recorrer a esse tipo de procedimento e promover uma gestação saudável e segura para os pais e o bebê. Isso funciona por meio do congelamento de gametas, ou seja, óvulos ou espermatozoides. Além disso, por meio da criopreservação, é possível ainda congelar os embriões já fecundados.

Ficou interessado em saber de que forma a criopreservação pode te ajudar a ter filhos no futuro?

Para conhecer mais sobre o assunto, faça o download do e-book e entenda como funciona o procedimento. Nesse material, vamos abordar, principalmente, o congelamento de óvulos e todas as informações essenciais relacionadas ao tema.

Veja uma prévia do que é abordado no e-book:

Criopreservação de óvulos: como funciona o procedimento?

O congelamento de óvulos é um processo bastante parecido com a fertilização in vitro (FIV). Ou seja, inicialmente, é realizado um estímulo com hormônios no intuito de obter um maior número de folículos ovarianos.

Após alguns dias, um acompanhamento por ultrassonografia é feito para verificar a condição e o crescimento dos folículos. Depois disso, ao identificar o momento certo, é realizada a coleta.

Como é feita a coleta?

A paciente é sedada e acompanhada de um anestesista durante todo o procedimento. Por isso, a coleta é um processo indolor. 

Após realizada a coleta, é feita uma análise para verificar se os óvulos estão suficientemente maduros para serem criopreservados por meio de um processo chamado vitrificação.

Feito isso, os óvulos permanecem armazenados sob baixas temperaturas, em tanques de nitrogênio.

Quanto tempos os óvulos ficam congelados?

Considera-se praticamente ilimitada a capacidade de armazenamento dos óvulos, que são conservados em containers de nitrogênio líquido à uma temperatura de -196°C. Da mesma forma, não há limite de tempo para conservar o material.

Em que casos a criopreservação é indicada?

A criopreservação de óvulos é indicada para algumas situações bastante específicas, em que o procedimento é muito bem-vindo. São elas:

  • mulheres que desejam adiar a época para engravidar;
  • mulheres sem parceiros e que se preocupam com o futuro reprodutivo;
  • pacientes com diagnóstico de câncer e que passarão pelo tratamento oncológico;
  • mulheres diagnosticadas com risco de perda precoce da função ovariana;
  • mulheres que se submeteram a tratamentos de fertilização in vitro (FIV) e tiveram óvulos excedentes ou sob riscos de hiperestímulo ovariano.

É importante orientar ainda que, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), a idade máxima para realizar a gestação de reprodução assistida é de 50 anos.

Essas e outras muitas informações sobre a criopreservação de óvulos será orientada no e-book. A leitura é dinâmica e muito eficiente para toda mulher que se preocupa com a  saúde reprodutiva. Baixe agora mesmo: o download é grátis.

Baixar E-book

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Webmaster

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

    Assine nossa newsletter!

      (48) 3024-2523

      Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

      Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

      Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

      Termos e Serviços
      2021 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
      Desenvolvido por esaude