Tratamentos para infertilidade não são garantia de gravidez

Publicado em: 13 de junho de 2016

Tratamentos para infertilidade não são garantia de gravidez

Um casal que, por um motivo ou outro, não consegue engravidar naturalmente pode recorrer às técnicas de reprodução humana assistida para ter o bebê. Por meio da fertilização in vitro, inseminação artificial e indução da ovulação com coito programado os casais detém, em média, 30% a 50% de chance de gerar um bebê. Por outro lado, há a possibilidade de o tratamento não dar resultado. É preciso estar preparado para isso.

Mesmo os procedimentos de fertilização não oferecendo garantia de gravidez, muitos casais iniciam o tratamento recomendado pelo médico especialista em reprodução humana assistida com a expectativa alta e se veem tendo de reorganizar o projeto de vida quando o  tratamento não resulta em gravidez.

O que impede o tratamento de dar certo

O insucesso nos procedimentos de reprodução assistida podem estar relacionados a fatores como a idade e as condições de saúde da mulher. Por isso, o sucesso na fertilização in vitro, por exemplo, não é garantido.

Outra razão para os tratamentos não darem certo é a falha no processo de implantação. Um impeditivo, também, é a alteração genética que os embriões podem conter e que prejudicam o implante. Sem contar a possibilidade de haver deficiência no endométrio (membrana existente na parede do útero na qual o embrião se fixa para se desenvolver).

Há, ainda, doenças ginecológicas que podem dificultar o sucesso dos procedimentos. Entre elas estão a endometriose e a síndrome dos ovários policísticos. O baixo número de óvulos é outra possível causa da falta de êxito na tentativa de engravidar pelas técnicas de reprodução humana assistida.

Quais são as alternativa frente a impossibilidade de engravidar

Mediante o revés do tratamento para fertilidade, a opção de alguns casais é a adoção. Outros se dedicam a novos projetos de vida que não inclui a concepção de um filho biológico na esperança de um novo recomeço.

A infertilidade é um problema mais comum do que se pensa e tende a piorar conforme o tempo passa, principalmente para as mulheres, já que após os 35 anos a qualidade dos óvulos cai. Portanto, vale o alerta para os casais procurarem ajuda profissional o quanto antes após ter tentado engravidar durante um ano e nada acontecer. Nos casos em que a mulher possui mais de 35 anos, a busca por ajuda médica deve ocorrer após seis meses de tentativas.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: