18/02/2020

Quais medicamentos podem causar infertilidade?

quais-medicamentos-podem-causar-infertilidade

Você tem dúvidas sobre quais medicamentos podem causar infertilidade? Pois essa é uma questão importante para ser esclarecida, já que tanto para homens e mulheres, o uso determinados medicamentos pode interferir diretamente na capacidade de procriar naturalmente.

Ouça este conteúdo:

Compreenda como algumas substâncias podem prejudicar a fertilidade; de que forma isso acontece e quais os cuidados que devem ser adotados.

Quais medicamentos podem causar infertilidade?

Os problemas de fertilidade, tanto no homem quanto na mulher, podem ter vários motivos e, por isso, devem ser diagnosticados por um médico especializado. O uso de medicamentos, por exemplo, pode contribuir para que a pessoa se torne infértil.

A boa notícia é que na maioria dos casos, após a suspensão das drogas medicamentosas, o quadro de infertilidade tende a ser revertido. Entretanto, em alguns tratamentos mais prolongados, como os casos de quimioterapia ou radioterapia, o dano pode ser irreversível.

Listamos quais medicamentos podem causar infertilidade. Veja só:

Medicamentos para tratamento gástrico

Alguns remédios utilizados no tratamento de doenças gástricas podem afetar a fertilidade

Isso acontece mais nos homens, pois esse tipo de medicamento afeta diretamente a quantidade de espermatozoides produzidos. No entanto, na maioria dos casos, quando o tratamento é finalizado, a fertilidade volta ao normal.

Medicamentos contra fungos

Como no caso citado acima, algumas substâncias utilizadas para combater doenças fúngicas podem contribuir negativamente para a fertilidade masculina. 

Esses medicamentos alteram tanto a qualidade, quanto a quantidade de esperma produzido. Porém, após o término do tratamento, esse desequilíbrio também tende a sumir.

Medicamentos antidepressivos

Esses medicamentos influenciam tanto na fertilidade feminina, quanto masculina. Nesse caso, os medicamentos podem afetar a ovulação da mulher, devido à baixa hormonal que provoca. 

Nos homens, a produção de espermatozoide também pode ser afetada. Para aqueles casais que possuem outros motivos de infertilidade, os remédios não interferem durante os tratamentos de reprodução assistida.

Medicamentos para tratamento hormonal

Alguns medicamentos utilizados para aumentar o desejo sexual masculino e a impotência sexual podem afetar a produção de espermatozoides. 

Esse tipo de tratamento hormonal induz uma queda na produção dos espermatozoides, que é corrigida logo após a suspensão da medicação.

Outras medicações

Além disso, existem outros medicamentos que podem afetar as funções reprodutivas. São eles:

  • antiandrogênios, utilizados no tratamento da calvície como a finasterida e duasterida; 
  • bloqueadores de cálcio para a hipertensão arterial;  
  • medicamentos utilizados para o tratamento da gota; 
  • nitrofuratoina, a eritromicina e a sulfadiazina, presentes em alguns antibióticos também podem afetar a produção das células reprodutivas em mulheres e homens.

Os medicamentos interferem na capacidade reprodutiva, mas alguns hábitos também contribuem para a infertilidade e, por isso, merecem atenção.

Álcool e outras drogas vilãs da fertilidade

Outras substâncias também podem interferir nas funções reprodutivas, são elas:

Álcool

O consumo abusivo de álcool pode gerar quedas hormonais em homens e mulheres, interferindo diretamente na qualidade dos ciclos menstruais e na qualidade do esperma.

Tabaco

O tabaco está diretamente associado ao aumento de quadros de abortos espontâneos no início da gestação. Para os homens, a qualidade e quantidade do sêmen são afetas.

Anabolizantes

Os anabolizantes podem causar impotência sexual e a atrofia dos testículos, além de prejudicarem o processo da ovulação nas mulheres.

Maconha

A maconha influencia diretamente o sêmen, pois reduz seu volume, diminui a motilidade dos espermatozoides e dificulta sua capacidade de fecundar o óvulo.

Cocaína e Ecstasy

Essas substâncias podem levar à infertilidade irreversível se forem consumidas durante um longo período. Elas induzem à disfunção dos ovários e gera baixa das reservas ovarianas, o que compromete o sucesso da gravidez.

Por isso, é importante lembrar, não tome medicamentos sem prescrição médica, se informe e faça o diagnóstico com um profissional especializado. De qualquer forma, caso você seja infértil, saiba que existem inúmeras técnicas que podem te ajudar a ter filhos. 

Tem alguma dúvida sobre a infertilidade feminina e masculina? Entre em contato com nossa equipe para agendar sua consulta!

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: E-saúde

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

(48) 3024-2523

Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

Termos e Serviços
2020 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
Desenvolvido por esaude