Saiba como ocorre a fecundação

Publicado em: 25 de outubro de 2017

Saiba como ocorre a fecundação

Todo mundo sabe que é o espermatozoide que fecunda o óvulo no útero, mas como ocorre a fecundação de fato e o mecanismo por trás desse encontro nem sempre está claro para todo mundo. Talvez porque não haja interesse em saber como a reprodução humana acontece, mas se você é das pessoas curiosas e que gosta de ter conhecimento sobre as coisas, continue lendo, pois os parágrafos a seguir vão explicar muitas coisas interessantes.

Vamos começar com uma curiosidade: você sabia que o óvulo precisa ter contato com o espermatozoide no tempo máximo de 24 horas após a sua eclosão para que a fecundação ocorra? O óvulo não dura mais do que um dia no percurso entre as trompas de falópio e o útero. Por isso, pode ser que a gravidez não ocorra, caso a mulher tenha relações sexuais com o parceiro somente no dia seguinte ou mais posteriores ao da ovulação.

Os espermatozoides tem uma vida mais longa. Depois de ejaculados, a vida deles se prolonga por até 72 horas. Por esta razão é que existe a possibilidade de a mulher engravidar mesmo tendo tido relações sexuais três dias antes do dia da ovulação.

Passo a passo de como ocorre a fecundação

Os espermatozoides, após serem ejaculados e chegarem ao útero, alcançam as trompas de falópio, em busca do óvulo. Somente alguns deles atingem o objetivo, devido aos obstáculos que encontram no caminho. Eles precisam vencer a acidez natural da vagina e o sistema imunológico, acertar o trajeto e ir pela trompa certa.

Outra barreira que os gametas masculinos precisam vencer é a da membrana externa do óvulo. Transposto esse bloqueio, é hora de ocorrer a fusão.

Dentro de aproximadamente 20 horas, os núcleos celulares dos gametas se unem e dão origem ao zigoto. A partir disso, iniciam-se as divisões celulares, com intervalos de até 15 horas entre elas. Nesse processo, algumas características do bebê já se definem, como a cor dos olhos e dos cabelos, o sexo e os problemas de saúde de origem genética. Tudo isso acontece ainda nas trompas.

É preciso que o zigoto se fixe na parede do útero para se desenvolver. Em cerca de sete dias ele já está instalado no local adequado e começa a secretar o hormônio Beta HCG (Gonadotrofina Coriônica Humana), fundamental para a manutenção da gravidez e interrupção do ciclo menstrual.

Nessa fase, a mulher pode sentir uma leve cólica, semelhante as que têm no período menstrual, perceber um sangramento de tom rosado, caramelo ou similar à borra de café, além de cansaço e sonolência, dor de cabeça pouco intensa, porém persistente, e perceber os seios inchados e doloridos.

Os casais que não querem ou sentem-se muito ansiosos para aguardar o atraso da menstruação para confirmar a gravidez, podem realizar um exame de sangue para detectar a presença do Beta HCG na corrente sanguínea com mais segurança.

Conteúdo atualizado em: 26 de Abril de 2018

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: