A oncofertilidade ajuda pacientes com câncer a terem filhos

Publicado em: 7 de julho de 2014

A oncofertilidade ajuda pacientes com câncer a terem filhos

Oncofertilidade é uma subespecialidade médica que busca cuidar da fertilidade dos pacientes que são acometidos por um câncer. Cerca de 50% dos pacientes, em idade fértil, submetidos a tratamentos oncológicos têm risco de perder sua capacidade reprodutiva após o tratamento, podendo ser transitória ou até permanente.

O uso de quimioterápicos e/ou radioterápicos, mesmo em doses ou radiações pequenas, agride as células germinativas, presentes nos ovários e testículos, responsáveis pela fertilidade.

As mulheres nascem com o número total de óvulos pré-determinados que irão ovular ou se degeneram, até que se esgotem. Os tratamentos oncológicos podem promover uma menopausa precoce devido à aceleração do dano folicular. Para os homens, a espermatogênese – produção de espermatozoides – é renovada em um período de três meses, mas o combate ao câncer provoca a morte das células responsáveis pela espermatogênese, podendo ocasionar na infertilidade.

Buscando ajudar os pacientes no desejo de terem filhos e constituírem uma família, o principal aliado da oncofertilidade é a criopreservação, o congelamento de espermatozoides, ovócitos, embriões ou até mesmo tecido ovariano e testicular.

No caso dos homens o procedimento é simples e em poucos dias podem ser recolhidas e armazenadas amostras de sêmen que permitem uma boa reserva reprodutiva. Já as mulheres devem realizar uma série de exames, como avaliação de reserva funcional de ovários, dosagem de hormônio, ultrassom transvaginal e inclusive, estimulação ovariana.

Apoiando a preservação da fertilidade de pacientes diagnosticados com câncer foi criado o programa Acesso Oncofertilidade, um dos serviços oferecidos é o ProBem – Programa de Bem Estar para Pacientes Crônicos.

O ProBem concede a toda paciente, que necessitem de tratamento quimioterápico, descontos de até 50% nas medicações para infertilidade e a possibilidade de um abatimento nas despesas médicas com a coleta de óvulos nas clínicas cadastradas no programa Acesso.

Para participar do programa Acesso Oncofertilidade é necessário ter alguns documentos em mãos, como: a Declaração do oncologista, autorizando o tratamento de fertilização; e a Declaração do médico fertileuta, atestando que está apta para o tratamento. E entrar em contato com o programa através do ligue para 0800 774 4404.

No site do programa Acesso Oncofertilidade é possível conferir as clínicas que parceiras e que oferecem os descontos do ProBem, entre elas a Clínica Fecondare, de Florianópolis, Santa Catarina.

Sobre o autor – Dr. Jean Louis Maillard (CRM-SC 9987 , CRM-RS 13107 e RQE 5605) é médico especialista em ginecologia com atuação em reprodução assistida, Delegado Regional de Santa Catarina da SBRH (Sociedade Brasileira de Reprodução Humana) e ginecologista na Clínica Fecondare.

Sobre a Clínica Fecondare – A Clínica Fecondare é especializada em medicina reprodutiva e participa do programa ProBem desde 2013. Multidisciplinar, a equipe é constituída por profissionais da área da ginecologia, psicologia e embriologia.

Conteúdo atualizado em: 14 de Fevereiro de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: