Publicado em 10/12/2019 - Atualizado 15/05/2020

Tire suas dúvidas sobre obstrução das trompas

tire-suas-duvidas-sobre-obstrucao-das-trompas

obstrução das trompas de falópio ou tubas uterinas é um problema que pode causar infertilidade e diversas outras complicações. Por isso, é fundamental manter-se atenta ao problema, que é silencioso e chega sem manifestar sintomas.

Mas o que são as trompas de falópio? Por que ficam obstruídas? E qual o tratamento para reverter essa situação?

É exatamente todas essas questões que esse artigo aborda. Continue lendo para entender o que causa a obstrução das tubas uterinascomo tratar e, principalmente, como é possível evitar o problema.

Obstrução das trompas de falópio: como acontece?

As trompas de falópio são responsáveis por transportar os óvulos, que saem dos ovários e vão em direção ao útero, todos os meses, no ciclo menstrual da mulher.

Da mesma forma, passam pelas trompas os espermatozoides, que se encontram com os óvulos e promovem a fecundação. 

No entanto, quando as trompas estão bloqueadas, isso não acontece. Mas, o que causa a obstrução das tubas uterinas?

Dentre as causas mais comuns da obstrução das tubas uterinas, estão:

  • infecções pélvicas;
  • infecção por clamídia;
  • uso de Dispositivo Intrauterino (DIU);
  • gravidez ectópica;
  • cirurgia da pelve;
  • cirurgia no abdômen inferior;
  • ruptura do apêndice.

Dessa forma, todos esses processos podem desencadear em um processo infeccioso, danificando as trompas e os tecidos ao redor dessa região e formando uma espécie de tecido cicatricial, que leva à obstrução das tubas.

Além disso, as bactérias decorrentes de infecções podem atingir o útero e também as trompas, durante uma relação sexual.

Importante ressaltar que miomasendometriose e deficiências congênitas do útero e das trompas também podem causar a obstrução das tubas uterinas.

Como a obstrução das trompas emite sintomas?

Na maioria das vezes, a obstrução das trompas não gera sintomas e, por isso, esse processo pode ser silencioso. Na infecção por clamídia, por exemplo, geralmente, há demora na confirmação do diagnóstico e, consequentemente, prejudica o sucesso do tratamento.

Em contrapartida, quando a obstrução apresenta sintomas, estes são decorrentes das inflamações responsáveis pela própria obstrução.

Importante ressaltar que a obstrução das trompas pode ser bilateral ou unilateral e, no segundo caso, a mulher ainda apresenta chances de procriar, embora seja raro. Mas de forma geral, a consequência mais comum da doença é o diagnóstico de infertilidade.

Consequência do problema: infertilidade

O maior problema da obstrução das tubas uterinas é a infertilidade. Isso se dá, pois, quando as trompas estão bloqueadas, o encontro do óvulo com o espermatozoide é impedido e a fecundação não ocorre.

Como é um problema de difícil percepção, já que os sintomas são raros, o diagnóstico se faz presente quando a mulher apresenta dificuldade para engravidar. Assim sendo, ao identificá-la, o médico irá investigar a causa da infertilidade, começando pela obstrução das trompas de falópio.

Exames de sangue identificam se há anticorpos contra a clamídia. Além disso, radiografias e laparoscopia podem observar o colo do útero e outras regiões para a confirmação do diagnóstico.

E qual a melhor forma de tratar a obstrução das trompas?

Primeiramente, para tratar a obstrução das trompas, é importante considerar a causa decorrente da doença. A partir disso, o médico pode indicar a laparoscopia ou histeroscopia, procedimentos que são capazes de reconstruir a permeabilidade das tubas uterinas.

Além disso, dependendo do caso, é possível que seja indicado um procedimento cirúrgico, quando a tuba uterina foi lesionada por uma infecção ou mesmo quando a mulher passou por uma gravidez ectópica.

Prevenção

É importante lembrar que a obstrução das trompas é um problema que pode ser evitado. Para prevenir-se da obstrução das trompas, não tenha relações sexuais sem o uso de preservativo para não contrair clamídia e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Além disso, vá ao médico regularmente e mantenha seus exames de rotina em dia.

É possível ter filhos novamente após a obstrução das trompas?

Felizmente, graças às técnicas de reprodução assistida, hoje em dia, a infertilidade pode ser tratada e a mulher é capaz de ter filhos novamente. Existem diversos caminhos para promover a reprodução, mesmo com o diagnóstico de infertilidade.

De qualquer forma, se a mulher deseja engravidar novamente, mesmo após o sucesso da reconstituição da permeabilidade das tubas, é necessário recorrer à técnicas de reprodução assistida, para evitar o risco de gravidez ectópica ou gravidez fora do útero.

No caso da obstrução das trompas o mais indicado é a fertilização in vitro, embora cada caso seja tratado de forma única e individualizada. Converse com uma equipe qualificada e uma clínica de confiança, que pode te ajudar a ter filhos novamente.

Que tal conhecer todos os tratamentos disponíveis para engravidar, mesmo sendo infértil?

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: Dra. Ana Lúcia Bertini Zarth - Ginecologista - CRM-SC 8534 e RQE 10334
Formada na Faculdade de Medicina da PUC – RS em 1993, Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia, pela Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo) em 1997.

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

(48) 3024-2523

Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

Termos e Serviços
2020 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
Desenvolvido por esaude