Alimentos e nutrientes que aumentam a fertilidade

Publicado em: 18 de julho de 2016

Alimentos e nutrientes que aumentam a fertilidade

Muitas pessoas que têm dificuldade para iniciar uma gestação procuram logo um médico. Isso é ótimo, mas é importante saber também que uma mudança na alimentação pode ser suficiente para realizar o sonho de ser mãe e, mesmo que no seu caso o médico indique um tratamento específico, mudanças simples no cardápio podem aumentar as chances de sucesso. O benefício serve também para os homens, pois uma alimentação adequada pode aumentar a produção de espermatozoides.

Nutrientes e alimentos que melhoram a fertilidade

1. Vitamina C

Aumentar o consumo ou até fazer uma suplementação de vitamina C ajuda a aumentar a  produção de espermatozoides. Alguns alimentos são ricos nessa vitamina e devem ser incluídos no cardápio, como morango, kiwi, mexerica, brócolis, laranja, caju, abóbora, agrião, beterraba, limão, vegetais verdes e tomates.

2. Vitamina D

Envelhecimento precoce dos ovários e a síndrome da menopausa prematura podem ser causados pela falta de vitamina D. Por isso, a exposição solar diária e sem o uso de protetor solar por pelo menos 10 minutos é necessária para que o corpo absorva a vitamina D. Peixes que vivem em águas profundas, como salmão, sardinha e atum, são fontes de vitamina D, além do poderoso ômega 3.

3. Vitamina E

Azeite extravirgem, vegetais verde-escuros, abóbora, cereais integrais, abacate e salmão contêm vitamina E, que melhora a habilidade do espermatozoide de fertilizar o óvulo, quando o procedimento escolhido é a fertilização in vitro.

4. Selênio

Homens com baixos níveis podem ter espermatozoides fracos ou deformados. Amêndoas, pistache, carne bovina e de aves devem ser colocado na alimentação, pois são ótimas fontes desse mineral tão fico como o selênio.

5. Vitamina B12

Mulheres com a vitamina B12 em condições adequadas têm menor probabilidade de ter um aborto. Para homens, aumentar a concentração dessa vitamina no organismo ajuda no aumento da quantidade de espermatozoides e é indicado para quem tem a concentração abaixo de 20 milhões/ml. A vitamina B12 é encontrada em laticínios, carnes, ovos e feijões.

6. Quercetina e fibras

Trata-se de uma substância antioxidante encontrada no alho e na cebola que funciona como antiestrogênico, ajudando no tratamento de endometriose. As fibras ajudam a melhorar o trânsito intestinal e a equilibrar quantidade de glicose no sangue, colaborando para o tratamento de quem tem ovário policístico. São encontradas na aveia, frutas, leguminosas, grãos integrais, milho e vegetais folhosos. Cereais, pães e massas integrais também são boas opções.

7. Folato

Quando o nível de folato está baixo, aumenta o risco de aborto no início da gestação, além do risco do bebê desenvolver falhas na formação do sistema nervoso e da coluna vertebral. Encontrado na beterraba crua, gérmen de trigo, vegetais verde-escuros, aspargos, feijões, gema de ovos, entre outros alimentos.

Escolha alimentos orgânicos e frescos

O ideal é optar sempre por alimentos frescos e orgânicos, para evitar que os agrotóxicos possam atuar como xenoestrógenos e afetar negativamente o sistema hormonal de homens e mulheres.

Você tem uma alimentação equilibrada? Já sabia que isso é essencial para o seu tratamento? Deixe seu depoimento no comentário!

Conteúdo atualizado em: 8 de Fevereiro de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: