A realidade sobre o tratamento de Fertilização in Vitro a 200 euros

Publicado em: 16 de julho de 2013

Recentemente no Congresso da Sociedade Européia de Reprodução Humana ocorrido em Londres na semana do dia 08/07/13, foi apresentado estudo belga mostrando resultados para fertilização in vitro (FIV) com técnica menos onerosa o que causou grande furor na nossa população, repercutindo em várias ligações e emails às clínicas de reprodução assistida.

Alguns esclarecimentos importantes:

1. Esta técnica é antiga e foi desenvolvida pelo grupo do Dr. Rene Fryedman em Clamart na França há mais de 10 anos e foi abandonada pelo fato de os resultados não terem sido satisfatórios.

2. Não foi listado, no valor apresentado, todo o custo de medicação, da retirada dos óvulos e da coleta dos espermatozóides necessários para o procedimento.

3. A economia listada é importante para centros que não conseguem montar uma estrutura laboratorial adequada para que o processo possa ser realizado no laboratório.

Assim, fica claro que mais uma vez a imprensa leiga, sem aprofundamento lança na mídia um dado sem embasamento nenhum causando um alvoroço desnecessário. Sem contar que os resultados de gravidezes aqui comparados foram com FIV clássica a qual tem menor resultado do que os casos em que usamos ICSI (injeção do espermatozóide no óvulo).

Que fique bem claro a todos que nossa realidade brasileira é de excelência e equiparada aos centros de referência mundiais, e que se esta técnica fosse realmente viável e de resultados profícuos, certamente já a teríamos incorporada à nossa rotina.

Dr. Jean Louis Maillard
Médico ginecologista
CRM-SC 9987 , CRM-RS 13107 e RQE 5605

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: