A etnia influencia no sucesso da reprodução assistida?

Publicado em: 9 de outubro de 2014

A etnia influencia no sucesso da reprodução assistida?

Há diversas pesquisas que buscam aprimorar o conhecimento na área da reprodução assistida, tendo por objetivo elevar as chances de sucesso com a terapia. Um dos temas estudados são os fatores que podem influenciar nesse tipo de tratamento.

Sabe-se hoje em dia que os hábitos de vida e o bem-estar geral podem interferir na terapia de modo que o consumo exagerado de álcool ou cigarro, o estresse excessivo e a obesidade exercem um papel importante durante o tratamento. A idade é considerada o fator mais influente de todos de modo que quanto maior a idade menor as chances da terapia ser bem-sucedida.

Atualmente tem-se estudado se o resultado da fertilização in vitro poderia ser influenciado pela etnia da mulher. Uma pesquisa realizada recentemente no Reino Unido* buscou responder a essa pergunta e avaliou mais de 1500 mulheres, das quais mais de 200 pertenciam a uma minoria étnica. Os grupos formados foram de mulheres brancas europeias (a maioria), asiáticas e afro-caribenhas.

O interessante achado da pesquisa foi de que, apesar de todas as mulheres terem a mesma chance teórica de sucesso com a terapia – avaliada por meio da resposta ovariana, número de óvulos retirados, quantidade de hormônio alcançada, número de embriões transferidos, taxa de fertilização, entre outros – aquelas que pertenciam ao grupo étnico da minoria apresentou significativamente menores taxas de nascimento após a fertilização in vitro (a taxa de implantação do embrião no útero foi muito menor) do que as mulheres brancas europeias. Uma das explicações sugeridas poderia ser a presença de diferenças biológicas e genéticas entre elas, fatores culturais, socioeconômicos e de estilo de vida.

Muitos fatores influenciam a capacidade reprodutiva do homem e da mulher, de modo que, após um ano de tentativas frustradas de engravidar, o casal deve procurar um médico especialista para investigar a possível causa da sua infertilidade e, se for necessária e se assim o casal desejar, iniciar a reprodução assistida.

*Jayaprakasan K, Pan dian D, Hopkisson J, Campbell BK, Maalouf WE. Effect of ethnicity on live birth rates after in vitro fertilisation or intracytoplasmic sperm injection treatment. BJOG 2013; DOI: 10.1111/1471-0528.12504.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: