26/10/2019

Dicas para quem quer realizar a Fertilização in Vitro após 40 anos

dicas-para-quem-quer-realizar-a-fertilizacao-in-vitro-apos-40-anos

A fertilização in vitro (FIV) é uma das técnicas de reprodução assistida mais recorridas quando a pessoa ou o casal é incapaz de engravidar naturalmente. Basicamente, o processo se baseia na coleta do espermatozoide e do óvulo, que unidos em ambiente laboratorial, levam à formação de um embrião.

Felizmente, esse é um procedimento que surte efeitos transformadores na vida de quem não pode ter filhos, mas existem algumas recomendações específicas para realizar a FIV, assim como algumas restrições. A idade, por exemplo, é um fator fundamental no momento de optar pela técnica.

Após os 40 anos, naturalmente, a capacidade reprodutiva da mulher tende a diminuir. No entanto, muitas mulheres ainda desejam ter filhos durante essa época da vida e, graças à reprodução assistida, isso é possível. 

Uma indicação muito importante é que a mulher congele os seus óvulos ainda em alta capacidade reprodutiva, para que no momento em que desejar procriar, seja possível utilizá-los. Mas, quando a mulher chega por volta dos 40 anos, embora sua capacidade reprodutiva não seja tão eficiente, isso não significa que ela não seja mais capaz de procriar.

Ao ler esse texto você vai descobrir que é possível e seguro engravidar aos 40 anos por meio da Fertilização in Vitro (FIV), entenda o motivo:

Fertilização in Vitro: até quando funciona?

Como já dissemos, com o decorrer da idade, as chances de uma concepção natural se tornam cada vez menores, quando dizemos sobre a quantidade e qualidade dos óvulos. Quando a mulher chega por volta dos 37 anos, a velocidade com que os oócitos se perdem aumenta significativamente.

Entretanto, graças à evolução das técnicas de reprodução assistida, isso pode ser resolvido. Uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, chegou à conclusão de que, por meio da Fertilização in Vitro, a mulher é capaz de ter uma gestação saudável, livre de abortos. Isso é considerado até os 45 anos, como idade máxima.

Obviamente, isso vai depender de cada caso, que deve ser analisado de forma individualizada. A saúde como um todo da mulher será investigada, assim como outros fatores sugeridos pelo especialista. 

Da mesma forma, embora seja bastante raro, isso não significa que mulher com mais de 45 anos está impedida de ter uma gravidez de sucesso. Lembre-se que essa é apenas uma exceção à regra, mas não implica que é impossível.

Recomendações para uma gravidez aos 40 anos

Quando a mulher teve seus óvulos congelados antes dos 35 anos, as chances de que o procedimento dê certo aumentam consideravelmente. 

De qualquer maneira, mesmo que não seja por essa via e a mulher consiga procriar com seus próprios óvulos aos 40 anos, é fundamental que hajam alguns cuidados, considerando esta, uma gravidez de maior risco:

  • o estresse deve ser evitado durante todo o processo gestacional;
  • é fundamental que haja uma alimentação equilibrada e nutritiva;
  • tabaco, álcool e drogas devem ser completamente evitados;
  • é necessário praticar atividades físicas moderadas para preservar a saúde da mãe e do bebê;
  • o Índice de Massa Corpórea (IMC) deve estar sempre equilibrado; 
  • evitar hipertensão e diabetes durante a gravidez.

Além disso, geralmente, é importante que a mãe faça um tratamento com ácido fólico por, pelo menos, um mês antes da concepção. Isso evita, malformações de tubo neural, como espinha bífida e anencefalia.

Conheça mais sobre a Fertilização in Vitro (FIV) lendo os materiais no blog da Fecondare. Que tal agendar uma consulta para conhecer o tratamento pessoalmente?

Inscreva-se em nossa newsletter.

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Publicado por: E-saúde

Filtre por temas:

Filtre pelo formato de conteúdo

Assine nossa newsletter!

Assine nossa newsletter!

(48) 3024-2523

Rua Menino Deus, 63 Sala 302. Baía Sul Medical Center - Centro CEP: 88020-203 – Florianópolis – SC

Diretor técnico médico: Dr Jean Louis Maillard - CRM-SC 9987 RQE 5605

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas , consulte o seu médico.

2019 © Clínica Fecondare - Todos os direito Reservados
Desenvolvido por esaude