Acompanhamento psicológico

Publicado em: 30 de Janeiro de 2011 Por Equipe Fecondare

Acompanhamento psicológico

Como parte do tratamento em reprodução assistida, a Fecondare busca atender às necessidades psíquicas de seus pacientes por meio do acompanhamento psicológico, um espaço apropriado para acolher anseios, questionamentos e reflexões, já que esta situação mobiliza sentimentos tão intensos e particulares. É o momento adequado para que os pacientes se familiarizem com o procedimento que realizarão, expressem suas expectativas e compreendam as vivências atuais.

Geralmente os casais que se submetem a um dos tratamentos disponibilizados pela reprodução humana assistida naturalmente trazem consigo a ansiedade pela espera e o desejo de que o procedimento resulte na tão esperada gravidez, e precisam de ajuda para compreender os estágios do processo e assimilar os sentimentos de cada fase.

A importância do acompanhamento psicológico

Por meio do acompanhamento psicológico a psicóloga fará o possível para que os pacientes se sintam ouvidos e tenham seus desejos, temores e dores significados em sua história. Dessa forma, irá auxiliá-los a lidar com os medos, angústias e fantasias despertados pela condição que frustrou a possibilidade de conceber um filho naturalmente, assim como levá-los a refletir sobre as decisões que deverão tomar em relação aos tratamentos, proporcionando escuta e apoio de forma personalizada, de acordo com as necessidades e trajetória de cada um.

Para muitos pacientes, apenas uma avaliação inicial é necessária, mas há aqueles para quem um acompanhamento ao decorrer de todo o tratamento pode ser o mais indicado. Nesses casos, o casal deve solicitar um acompanhamento mais próximo. O mais importante é compreender a condição da infertilidade como algo que muitas vezes pode ser superado.

Independente de a situação de infertilidade ser um problema de saúde da mulher ou do homem, reflete sobre o casal. Portanto, o acompanhamento psicológico destina-se a ambos, para que entendam seus sentimentos, comuniquem-se sobre essa nova realidade e possam decidir juntos sobre o que os fará bem, com orientação profissional.

A medicina oferece tudo o que está ao seu alcance para promover a saúde e o bem-estar das pessoas. Mesmo assim, existem questões que não consegue solucionar, relacionadas a fatores psicológicos. Ao perceber que o problema para engravidar não é exclusivamente seu e que há uma série de alternativas e possibilidades para ter o bebê, novas atitudes podem ser tomadas e uma conduta diferente de enfrentamento ser adotada.

O preparo emocional dos futuros pais torna mais fácil o enfrentamento das questões relacionadas à futura gravidez e o caminho a ser percorrido até atingir o objetivo de ter um bebê. Todos se beneficiam com isso.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: