O que são ovários policísticos?

Publicado em: 7 de Maio de 2012

Todas as mulheres que tem seu ciclo menstrual normal apresentam logo no início de sua menstruação vários pequenos folículos ditos antrais. Com o andamento de sua estimulação, normalmente apenas um deles crescerá para romper-se e liberar o óvulo. Os demais que não avançam regridem (atresiam) e são perdidos, não retornam para nova tentativa. Algumas mulheres não conseguem recrutar um desses folículos e todos ficam de tamanho reduzido e parelhos. Esses são os ovários policísticos que tecnicamente são melhores denominados de multicísticos, visto que, a clássica Síndrome dos ovários policísticos, além da alteração nos ovários, apresentam outras manifestações clínicas importantes. A principal manifestação em relação a infertilidade ocorre por falta de ovulação que essas mulheres apresentam. Elas até podem ovular, mas de uma forma muito irregular levando às vezes até 60 dias para ovular ou em alguns casos nunca ovular. Nestes casos o tratamento consiste em indução cuidadosa da ovulação com coito programado. São ovários que devem ter o monitoramento cuidadoso do especialista durante a indução, pois ou não respondem ao tratamento ou fazem uma resposta excessiva gerando a síndrome do hiperestímulo ovariano. Este quadro pode até causar a morte quando se apresenta na forma severa.

Conteúdo atualizado em: 12 de julho de 2017

 Agendar Consulta

Para agendar uma consulta preencha o formulário: